Você provavelmente, em algum momento da vida, já experimentou o café, que é uma das bebidas mais consumidas no Brasil e no mundo. De acordo com dados divulgados pela Organização Internacional do Café, são consumidas anualmente mais de 150 milhões de sacas de 60 quilos em todo o mundo, e esse número vem crescendo cerca de 2,5% ao ano. O Brasil é o segundo maior consumidor da bebida, com uma demanda de aproximadamente 21 milhões de sacas no último ano, ficando atrás apenas dos estadunidenses, que consumiram cerca de 24 milhões de sacas no mesmo período.

 

O café coleciona admiradores, que se declaram apaixonados pela bebida, chegando em casos extremos de vício. Ele pode ser servido em diversas maneiras e a mais comum por aqui é adoçada. Em pesquisa que continua disponível no site da Associação Brasileira da Industria de Café, 50% dos brasileiros consomem a bebida com açúcar, outros 37% preferem sua versão pura e mais amarga e os 13% restantes acrescentam o adoçante.

Agora que já conhecemos o tamanho do consumo, é necessário saber qual seu impacto em nossa saúde. Por ser uma bebida natural, se consumida moderadamente – até 5 xicaras por dia – pode nos trazer diversos benefícios, graças à cafeína que é sua principal substância. O aumento de desempenho, o aceleramento do sistema nervoso central e o retardamento da sensação de sono são os benefícios mais conhecidos da bebida queridinha de muita gente. Ela pode ainda ajudar na prevenção de algumas difusões cardíacas e respiratórias, e auxiliar na melhoria de dores agudas na cabeça, a famosa enxaqueca. Mas vale ressaltar que esses benefícios são ocasionados pelo consumo consciente e sem exageros nos acréscimos, como o açúcar.

 

 

O lado B, ou lado ruim do café, é atribuído aos excessos ligados a ele, ou quando consumido por pessoas que possuem problemas digestivos ou qualquer outro tipo de resistência à bebida. Alguns dos males mais comuns são associados à insônia, alterações constantes de humor, mudanças incomuns no ritmo cardíaco, espasmos musculares e o mais popular: o desconforto gastrointestinal. Para interromper esses sintomas, é necessário que se paralise o consumo da bebida periodicamente, se paralisado bruscamente, pode-se gerar a síndrome da abstinência e ocasionar o cansaço extremo, dificuldade de concentração e fortes dores de cabeça. Lembre-se de que o indicado é sempre manter o consumo moderado.

Mitos e verdades

E claro, uma bebida tão popular extrapola seus limites líquidos e satisfaz o paladar de milhões de pessoas em doces, sobremesas e diversos outros alimentos, além de estar presente em cosméticos, por exemplo. Todos esses atributos tornam o café místico, e o faz ficar rodeado de mitos e lendas, e nós fomos a fundo para desvendar esses mistérios.

O café prejudica a absorção de cálcio? Sim, isso pode acontecer, principalmente em idosos que consomem exageradamente o café (acima 500mg por dia). Isso pode influenciar na decorrência da osteoporose, então é bom evitar o consumo se seu quadro se encaixa nessa situação. E as crianças podem tomar café? Embora muitas pessoas afirmam que não, isso não passa de um mito. Não existe nenhum problema relacionado ao consumo por parte delas, mas é bom ressaltar: o consumo também nessa faixa etária deve ser bem moderado, para evitar principalmente o vício em cafeína que já está presente em doces e refrigerantes.

 

O consumo de café ajuda a emagrecer? Sim, é verdade, maravilha né?! Mas claro, quando consumido moderadamente e aliado à prática de atividades físicas. A cafeína acelera o metabolismo e é uma ótima substância para quem se exercita regularmente. Desidratação gerada pelo café? Também é verdade, mas mais uma vez: isso ocorre apenas quando consumido em grandes proporções, isso porque a cafeína reduz a produção de hormônios antidiuréticos, aumentando a produção de urina.

Bom, agora que você conhece muito sobre essa deliciosa bebida, conta para gente, quantas xícaras já saboreou hoje? Muito bom, não é mesmo?! Mas não se esqueça, que não só o café, mas qualquer coisa em excesso pode ser prejudicial à sua saúde. Então, para manter seu bem-estar em dia, aprecie tudo com moderação e cuide-se regularmente, e a Med One te ajuda nisso. Fique atento aos conteúdos do nosso blog e, sempre que precisar, encontre a unidade mais próxima, vai ser um prazer receber você!

WhatsApp chat